Inovações nas empresas: como o RH pode ajudar a incentivar?

inovação nas empresas
6 minutos para ler

Embora o Brasil esteja entre os 10 primeiros no ranking de países que investem em pesquisa e desenvolvimento, fica sempre o questionamento se não é possível fazer um pouco mais em matéria de inovações nas empresas, não é verdade?

Pensando no poder do RH 4.0, você deve entender que a cultura de inovação precisa ser sempre estimulada nas organizações, porque ajuda a encontrar perfis com competências acima da média, contribui para otimizar a produtividade e ainda eleva a importância da marca no mercado que atua.

Neste artigo, trouxemos o que há de mais relevante em relação ao assunto para que você consiga tirar de letra e fazer com que os recursos humanos se destaquem. Confira!

Qual é o papel do RH na inovação?

Engana-se quem pensa que o RH não deve dar os seus pitacos ou se colocar ao dispor da empresa para trabalhar as inovações no cotidiano, pois esse é um dos setores mais estratégicos das organizações e dispõe de dados elementares para engajar as pessoas. O RH é a triagem de qualquer profissional que queira entrar numa organização, por isso, conta com ferramentas que podem fomentar os processos inovativos.

Do recrutamento até a parte de desenvolvimento, o RH está envolvido no ambiente da inovação, sabendo que, ao valorizar os colaboradores que demonstram características criativas, isso pode significar um elevado crescimento de mercado da empresa. O surgimento de ideias comprometidas com a disrupção de modelos tradicionais de negócio é algo que surge aos poucos, porém, pode ser incentivado frequentemente.

O que se espera de um RH inovador?

Não basta apenas bater no peito e dizer que a empresa tem processos inovadores, porque só quando o RH atende às expectativas da organização e dos colaboradores que esse conceito caminha de verdade. Questões como acessibilidade e utilidade são os pilares de um RH voltado para essa política de inovação, priorizando uma comunicação exemplar com cada parte interessada no negócio.

Além disso, espera-se que o RH jamais feche os olhos para as tendências tecnológicas que impulsionam o avanço das empresas e promovem uma mudança brusca no comportamento dos consumidores. Portanto, torna-se essencial enfatizar que esse setor tem a incumbência de aplicar recursos que gerem um ambiente mais criativo e trabalhem os ativos intelectuais para construir uma cadeia de valor.

Como deve atuar o seu RH para inovar na empresa?

Sabendo que o RH exerce um papel de importância no ambiente de inovação e que se espera proatividade para aproveitar as oportunidades que surgem, nada melhor do que conhecer os atalhos que levam aos resultados que os gestores anseiam. A seguir, veja algumas dicas que facilitam a inovação e podem contribuir com melhoria dos processos internos e externos.

Modifique a cultura da empresa

Assim como em qualquer projeto, o primeiro passo a ser dado é estruturar um bom planejamento estratégico, sendo que é necessário modificar ações implementadas no dia a dia para desenvolver uma cultura organizacional inclinada à inovação. A alta gestão precisa proporcionar um ambiente que seja propício para a criatividade, caso contrário, ficará muito difícil construir algo de valor no longo prazo.

Localize o ponto onde é crucial uma alavancagem inovativa nos processos, tendo em vista que a organização é primordial para que os setores possam evoluir de fato. Vale ressaltar, também, que os investimentos aplicados à inovação são de suma importância, ou seja, averiguar o fomento de atividades nesse aspecto, por meio de parcerias estratégicas, faz toda a diferença.

Aprimore a comunicação interna e externa

Será que a empresa a qual você presta serviço deixa claro o processo de inovação ou tudo fica meio obscuro? Fazer esse tipo de pergunta é essencial para descobrir como aprimorar essa questão corporativa, afinal, um local com problemas de comunicação dificilmente evolui como deveria e isso pode trazer diversos prejuízos para a motivação dos colaboradores.

Tanto a comunicação externa quanto a interna devem estar alinhadas às pautas de inovação, de modo que a engrenagem organizacional funcione da maneira correta e nada fique fora dos eixos. Os memorandos, os relatórios, as reuniões e as demais formas de apresentar as novidades da empresa, em relação ao setor de desenvolvimento e pesquisa, precisam estar devidamente claras.

Desenvolva as competências dos colaboradores

Outro recurso que gera excelentes resultados para provocar inovações nas empresas é trabalhar as competências dos colaboradores, pois quanto mais potencialidades são descobertas no cotidiano, melhores os desempenhos ao decorrer do tempo. O RH dispõe de um papel interessantíssimo nesse aspecto, porque conhece as forças da equipe e isso, se for bem explorado, vira um diferencial competitivo.

Entre as competências mais requisitadas nas empresas, sem dúvida alguma está a liderança, tendo em vista que caminha de mãos dadas com o espírito empreendedor e a vontade de inovar constantemente. Formar ótimos líderes faz com que as equipes tenham um potencial de crescimento elevado — o que pode impulsionar os resultados de vendas nos próximos trimestres.

Utilize a automação de processos

Deixar um processo automatizado, de maneira geral, significa usar das tecnologias para otimizar as obrigações rotineiras. Infelizmente, muitos departamentos de RH ainda contam com situações extremamente burocráticas e isso acaba atrapalhando o progresso da empresa e uma gestão de tempo qualificada para investir recursos em outras áreas.

Quando as demandas do RH são automatizadas, os profissionais do setor ganham em produtividade e ainda minimizam as chances de cometerem erros nos processos de avaliação, recrutamento e seleção de candidatos. Para tanto, vale implantar uma gestão de ponto digital, dados cadastrais armazenados na nuvem, entrevistas online, entre outras estratégias.

Faça avaliações de desempenho

Visando intensificar a cultura do feedback, os profissionais de RH já compreenderam que a avaliação de desempenho é importante para o sucesso da corporação, sendo que, se for bem-sucedida, os benefícios alcançados são inúmeros. É uma tarefa fundamental a de acompanhar de perto o desempenho organizacional e, logicamente, o nível de satisfação dos colaboradores.

No entanto, é indispensável que as avaliações voltadas para fomentar a inovação foquem em pontos fortes de cada trabalhador, oferecendo um feedback preciso e que permita melhorar a postura a cada dia. Aplicar esses tipos de avaliações ajuda a identificar perfis profissionais de enorme talento, fortalecer o poder da equipe e, até mesmo, auxiliar na boa imagem de produtos ou serviços.

Por fim, ao pensar nas inovações nas empresas, saiba que os tópicos abordados devem ser implementados rotineiramente na organização, de forma a integrar as campanhas com outros setores e fazer com que a companhia tenha a sinergia que espera para fluir.

Se você gostou deste artigo e quer ficar de olho em outros assuntos que podem impactar nos resultados produtivos, então aproveite que está aqui e saiba como aplicar o design thinking na sua empresa!

Você também pode gostar

6 comentários em “Inovações nas empresas: como o RH pode ajudar a incentivar?

  1. You are so awesome! I don’t believe I’ve truly read anything like that before.

    So good to find another person with some unique thoughts
    on this subject. Really.. thank you for starting this up.

    This site is something that’s needed on the internet, someone with
    some originality! asmr 0mniartist

  2. Hello there, You’ve done an incredible job.
    I will definitely digg it and personally suggest to my friends.
    I am confident they’ll be benefited from this site.

    0mniartist asmr

Deixe um comentário